7 de mai de 2008

Criança fica ao lado de assaltante em mercado no bairro Fortaleza.

Uma criança ficou ao lado de homem armado durante um assalto nesta quarta-feira à noite. Já estava escuro quando um garoto de dez anos foi junto com a mãe fazer compras em um mercado na Rua Júlio Michel, no bairro Fortaleza. Enquanto a mãe foi buscar produtos no açougue, o menino ficou próximo a uma prateleira de doces e foi surpreendido pela ação de um assaltante. O homem, com o revólver em punho e capacete, foi até o caixa e obrigou a funcionária a passar o dinheiro. Assustado o menino correu até o colo da mãe e contou o tinha visto. A mulher que preferiu não se identificar pensou que era uma brincadeira do filho.
- Não atendi. Pensei que ele tava brincando quando fui até o caixa pude ver a expressão de medo da funcionária.

Segundo outros clientes, que também estavam no mercado, o assaltante fugiram a pé por poucos metros, quando outro homem aguardava em uma moto. A dupla conseguiu escapar sem serem identificados. Viaturas da policia militar de Blumenau chegaram ao mercado poucos minutos depois do assalto, mas não encontraram os bandidos.

Imprudência no trânsito coloca crianças em perigo na Rua Hermann Tribess.

Um acidente entre um carro e uma motocicleta despertou uma nova reivindicação de pais e proprietários de um centro de educação infantil na Rua Hermann Tribess. Apesar de ninguém ter sofrido ferimentos, o fato gerou preocupação. O condutor de uma motocicleta bateu na lateral de um Fiat uno, quando o motorista do carro iria estacionar em frente ao CEI.
O acidente ocorreu por volta das 18h30, horário em que Isabel foi buscar a filha de três anos no CEI. Assustada ela espera que os responsáveis pela sinalização do trânsito de Blumenau intensifiquem o trabalho preventivo no local, já que a mãe não acredita mais na prudência dos motoristas que passam pela rua em alta velocidade.
Os proprietários do Centro de Educação Infantil, Algodão Doce, apresentaram um documento encaminhado ao Seterb, em setembro do ano passado, onde eles pedem a implantação de redutores de velocidade em frente à local. Como medida preventiva eles chegaram a colocar refletores na rua, mas o equipamento foi retirado pela guarda municipal de trânsito. Segundo a entidade não é permitido colocar cones naquele local. Atualmente cerca de 100 crianças freqüentam o Centro de Educação Infantil Algodão Doce da Hermann Tribess, administração do local é privada.

Polícia Civil volta a apreender caça níqueis em Blumenau

Depois de algumas semanas a policia civil voltou a apreender máquina caça níqueis, em Blumenau. O trabalho foi realizado no final da tarde desta quarta-feira. Segundo o delegado Rodrigo Marchetti, houve uma denúncia de que uma lanchonete, localizada na Rua Benjamin Constant, no bairro Escola Agrícola, tinha uma sala com os caça níqueis. Os policiais foram até o local, próximo a altura do número 2100 da via e encontraram seis máquinas. O material apreendido foi levado em um caminhão guincho até a central de polícia do bairro Garcia. A delegacia regional de Blumenau informou que nos cinco primeiros meses deste ano, já foram recolhidas cerca de mil máquinas caça níqueis na região pertencente à comarca. O balanço também inclui os caça níqueis apreendidos até agora pelos policiais militares.

07 Maio 2008

Reinicia obras no Trevo da Mafisa!