2 de fev de 2009

“Blumenau não é São José”

A frase é do delegado regional de polícia civil Rodrigo Marquetti. Quando informado da briga entre jovens de regiões distintas de Blumenau, o delegado parecia ter ficado surpreso. No último sábado à noite, homens armados foram em três motocicletas até o ponto final da Rua Coripós e realizaram vários disparos. Dois jovens precisaram ser encaminhados ao hospital. Nesta segunda-feira pela manhã o delegado responsável pela investigação ainda não sabia dos fatos. O pai de um dos jovens baleados disse conhecer um dos autores do crime. O filho dele continua internado, sem qualquer movimento nas pernas. A bala atingiu a medula.
No domingo à noite os suspeitos teriam sido vistos por testemunhas novamente na Rua Coripós. Moradores e outros garotos também estavam no local do crime, disseram que os jovens vieram até o morro da Coripós, para vingar a depredação da moto de um colega da comunidade da Pedro Kraus.
Agora a preocupação do delegado regional é evitar a ocorrência de novos confrontos entre esses jovens. Eliminar o problema antes que ele tome proporções maiores, como as rixas que acontecem com freqüência em cidades como Florianópolis e São José, local que Marquetti estava antes de assumir a regional em Blumenau.