22 de ago de 2008

Bom negócio

Que uma campanha política movimenta muito dinheiro na economia isso todos já sabem. O curioso são as diversas situações em que isso fica mais evidente. Estava observando nos últimos dias, como os carros mais antigos são úteis nessas horas. O velho e eterno Fusca, o lendário Fiat 147, Brasília, Passat, Variant, Kombi, e outros modelos agora são vistos com adesivos e plotagens de candidatos. Não deixa de ser um bom negócio, veículos baratos que neste período servem "direitinho" para fazer o transporte da correria das campanhas.

Esconde-esconde do homem invisível

Especificamente o fato de um homem preso em flagrante pela polícia militar com crack e cocaína, conseguir fugir dos corredores da central de polícia de Blumenau sem ninguém ver nada, não vou nem comentar. Agora o que fico mais indignado é como o cidadão algemado consegue desaparecer do nada, a pé, sem camisa e não é mais visto em nenhum lugar. Que houve alguns policiais procurando minutos depois da fuga isso foi possível conferir. Nos arredores da central localizada no bairro Garcia, apesar do local escuro, foi procurado mas e depois? Cadê o cidadão? Como ele conseguiu tirar as algemas? Será que fez isso mesmo, ou continua algemado escondido?
Sem querer causar alarme e pânico na comunidade mas será que os veículos de comunicação, me refiro principalmente as rádios, minutos após a fuga não poderiam ter divulgado o ocorrido e solicitado para que se alguém tivesse visto o foragido que pudesse informar a polícia.
Ora!!! me perdem o momento sarcástico diante de um fato de tamanha a importância, mas isso tudo me pareceu brincadeira de esconde-esconde com criança e desta vez as autoridades de segurança pública da cidade ficaram com o papel do mais novo.