7 de fev de 2009

Quem são eles

A cada nova posse a história se repete. O anúncio dos nomes que compõem os governos gera algumas surpresas, muitas vezes acompanhadas de críticas. Seja na imprensa ou no café da esquina entre amigos, a escalação do time responsável pela liderança dos serviços em nossas cidades, estados e país, tendem a polêmicas.
Os candidatos vencedores nos pleitos eleitorais articulam as vagas conforme cada composição partidária. A divisão do “bolo” geralmente vem acompanhada dos resultados obtidos nas urnas.
Numa visão otimista do processo político de nossa sociedade gostaria de ver um candidato capaz de apresentar aos eleitores o time de governo ainda na fase da campanha eleitoral. Pois é nesse momento que exercemos o dever de cidadão e temos o nosso direito de escolha. É na campanha que aparecem as promessas de governo. Os projetos para cada área, saúde, educação, cultura, esporte, lazer, economia, programas sociais e projetos de obras extraordinárias. Não deve ser tão difícil assim, basta o candidato dizer aos eleitores quem são as pessoas que junto dele vão administrar nossos patrimônios públicos. Afinal devem ter sido justamente as pessoas que ajudaram a elaborar os planos de governo, que assumem os cargos, ou não é assim? Então quem produz todos aqueles lindos e maravilhosos projetos?
Talvez caiba a nos cobrar mais transparência dos políticos ainda quando somos tão requisitados por eles; na hora do voto. Vamos cuidar mais do que é nosso. Assim poderemos parar de ficar somente imaginando e possamos ter uma comunidade mais organizada, com oportunidades para todos e não para uma minoria.