3 de nov de 2008

Delegada é acusada de envolvimento com jogos de azar

A delegada regional de polícia civil de Jaraguá do Sul foi surpreendida por colegas de profissão, dentro de casa na mãnha de segunda-feira. A visita inesperada ocorreu logo cedo com um mandado de prisão. Jurema Wulff é acusada de acobertar a operação de jogos de azar na região norte o estado. Mais de vinte viaturas da policia militar, policia rodoviária federal e policia civil estiveram em Jarguá do Sul e Guaramirim, para cumprir os 19 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão. O ministério público estadual comanda os trabalhos. Segundo informação extra oficial, em uma das residências os polícias teriam encontrado mais de U$ 150 mil dólares. De acordo com a investigação esse dinheiro faz parte da ilegalidade dos jogos de bingo, caça níquel e jogo do bicho.
As primeiras informações eram de que nove pessoas estariam presas no batalhão de policiamento militar em Jaraguá do Sul. A delegada regional foi conduzida para sede da Diretoria Estadual Investigação Criminal (DEIC).
Jurema Wulff e outros policias que possam estar envolvidos terão que responder pelo crime de prevaricação, crime praticado por funcionário público ao retardar ou deixar de praticar sua atribuição, ou praticá-la de forma ilegal, para satisfazer interesses pessoais.